sexta-feira, fevereiro 19, 2021
Home > Notícias > Ex-deputado é condenado por publicar notícia difamatória

Ex-deputado é condenado por publicar notícia difamatória

Quem fala demais…

A oposição está desesperada porque não vai, outra vez, se arvorar no poder para fazer valer seus propósitos mais inenarráveis. Por isso, tem feito uso de uma arma inescrupulosa – a mentira,  a ferramenta ardilosa da oposição que não tem proposta para apresentar.Mas a Justiça brasileira restabelece a verdade, enquanto pune os desesperados. No caso mais recente, temos o ex-deputado Fraga.

O ex-deputado Alberto Fraga foi condenado a pagar uma indenização por danos morais no valor de 5 mil reais à diretora-geral do Sindicom-DF Geralda Godinho Sales. A decisão foi em primeira instância pelo juiz da 7ª Vara Cível de Brasília.

Em Novembro de 2011, Fraga publicou mentiras relacionando a deputada ao governador. Chegou ao nível mais baixo ao dizer que familiares dela trabalhavam como motorista de Agnelo.

Fraga fez outras insinuações que a Justiça considerou impublicáveis por não ter qualquer relação com os fatos, ou seja, mentira deslavada. Pior, Fraga tem sido ajudado por outras pessoas que republicaram as mentiras e que, portanto, também serão alvos de ações judiciais.

No caso de Fraga, a condenação foi diária – ou seja, cada dia em que a matéria estiver publicada será computado e cobrado. O Ex-deputado também foi condenado a excluir do seu blog a notícia difamatória.

“Essa foi uma sábia decisão do judiciário porque condena pessoas que espalham mentiras sobre outras pessoas. Que sirva de lição. Mas pretendo recorrer porque considerei o valor muito aquém do sofrimento que eu e minha família sofremos na época”, disse Geralda Godinho à época.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *