terça-feira, agosto 22, 2017
Home > Notícias > #QueroMeAposentar – Entenda o que muda com a reforma da previdência e as manifestações de rua.

#QueroMeAposentar – Entenda o que muda com a reforma da previdência e as manifestações de rua.

Cerca de 1.500 pessoas ocuparam na madrugada desta quarta-feira (15) a sede do Ministério da Fazenda, em Brasília. A ação faz parte do Dia Nacional de Mobilização e Paralisação Contra as reformas trabalhista e da Previdência, organizada por movimentos sociais do campo e da cidade que integram as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, além de centrais sindicais.

As manifestações pelo dia nacional de mobilizações em Brasília começaram às 8h, na Catedral, de onde os manifestantes seguiram até o Ministério da Fazenda e se somar à ocupação.

A perda de direitos e os retrocessos promovidos pelo governo Temer são os principais motivadores da ocupação, que tem sua centralidade na luta contra a reforma da Previdência, enviada pelo presidente Michel Temer em dezembro, por meio da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287.

Diversos sindicatos realizarão assembleias e atos. A maior mobilização prevista será a dos professores e funcionários da educação que, segundo a CNTE, deve contar com a participação de milhões de trabalhadores em todo o Brasil.

No mesmo dia os professores da rede pública do Distrito Federal confirmaram na que estão paralisados por tempo indeterminado.
De acordo com Raimundo Oliveira, presidente do Sindnações, “…independente da posição política, todos os brasileiros e brasileiras devem se mobilizar contra esta reforma da previdência, pois todos os trabalhadores sem exceção serão prejudicados.”

A proposta da Reforma da Previdência consiste em igualar, entre homens e mulheres, a idade mínima para se aposentar aos 65 anos com a contribuição de 25 anos para receber um pouco mais de 70% do salário da ativa, vai desvincular o salário mínimo do benefício e para receber o valor integral terá que contribuir no mínimo 49 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *