terça-feira, Maio 22, 2018
Home > Notícias > Eleições sindicais chapa única SINDNAÇÕES 2013

Eleições sindicais chapa única SINDNAÇÕES 2013

A Chapa 1, encabeçada pelo atual presidente Raimundo Luis de Oliveira, venceu a eleição para diretoria executiva e conselho fiscal, do SINDNAÇÕES. A comissão eleitoral na forma do Estatuto social, torna público o resultado das eleições realizadas nos dias 23, 24 e 25 de abril de 2013, dos sindicalizados aptos a votar, a chapa única CUTista categoria unida Sindicato fortalecido, obteve  83% (oitenta e três  por cento) dos votos dos filiados aptos a votar. O presidente do Sindicato Raimundo Luis de Oliveira apresenta seus agradecimentos a todos e todas, companheiros e companheiras, por ter lhe confiado mais um mandato para o triênio de 2013 a 2016, de forma inédita, pois não teve nenhum voto nulo e em branco. Vejam a composição dos novos membros da diretoria administrativa e conselho fiscal do SINDNAÇÕES conforme Edital a seguir.

 EDITAL DE PUBLICAÇÃO DE CHAPA ELEITA

SINDNAÇOES–SINDICATO NACIONAL DOS TRABALHADORES EM EMBAIXADAS, CONSULADOS, ORGANISMOS INTERNACIONAIS E EMPREGADOS QUE LABORAM PARA ESTADO ESTRANGEIRO OU PARA MEMBROS DO CORPO DIPLOMÁTICO ESTRANGEIRO NO BRASIL

O Presidente da Comissão Eleitoral do SINDNAÇÕES, CNPJ Nº 02.503.304/0001-05, em uso de suas atribuições que lhes são conferidas, comunica que foi eleita a Chapa 1 (CUTISTA CATEGORIA UNIDA SINDICATO FORTALECIDO) no dia 25/04/2013, para o TRIÊNIO de 01/06/2013 a 31/05/2016, composta pelos eleitos a seguir: Presidente: Raimundo Luis de Oliveira, Vice – Presidente: Alessandro Carlo Bernardi Valério,  Secretario Geral: Arlindo Fonseca da Silva, Secretário de Administração e Finanças: Marcondes Rodrigues da Silva, Secretario  de Imprensa e Comunicação: Rudi Braatz, Secretario  de Assuntos Jurídicos e Previdenciários.: Jurandir dos Santos Luiz, Secretária de Esporte Cultura, Formação Sindical e Qualificação Profissional: Edlane Sampaio Costa, Conselho Fiscal Titulares: José Tubertino Idelfonso, Damião Campos da Silva, Antonio Carlos Ribeiro da Silva: Suplentes do Conselho Fiscal: Edilson Pereira de Araújo, Francisco de Paulo Cardoso Costa, Krisney Álvares de Sousa. Para o triênio dois e treze a dois mil e dezesseis, de conformidade com o que rege o Art. 43 do estatuto da Entidade.

______________________________________

RAIMUNDO DA CRUZ PEREIRA

Presidente da Comissão Eleitoral

 

 Objetivos e metas do SINDNAÇÕES  para o triênio 2013/2016

1)      Assegurar os direitos trabalhistas, previdenciários e sindicais de trabalhadores e empregados em organismos internacionais.

a)      Lutar pela revogação do OJ 416 do TST que denega o acesso ao judiciário brasileiro aos brasileiros que laboram em organismos internacionais;

b)      Obter Acordo com a União, responsável subsidiária pelas contratações ilegais desde 1966, assegurando a liquidação dos passivos com os quase 20 mil lesados;

c)      Articular-se no Parlamento para que seja editada a PL N° 423 do Senado para que considere também o passivo acumulado com os lesados e vede o desembolso de recursos do Tesouro aos inadimplentes com a Previdência e empregados;

d)     Quebrar a lei do silêncio dos atuais trabalhadores e empregados para assegurar sua sindicalização e acesso ao judiciário sem entrarem em listas negras do sistema das Nações Unidas que os exclui de novas contratações;

e)      Fazer com que haja distinção entre a efetiva cooperação técnica internacional prestada por consultores externos e amparada por imunidades, dos simples contratos de terceirização de mão de obra brasileira sem direitos para a prestação de serviços em órgãos públicos, cumprindo horário e dependência hierárquica, paga integralmente pelo poder público brasileiro.

2)      Ampliar dos 70% atuais a adimplência de embaixadas e consulados no cumprimento da legislação trabalhista, previdenciária e sindical

a)      Promover a assinatura de Acordos Coletivos de Trabalho, na medida do possível mediante negociação multilateral de um Acordo-Padrão que abranja todas as embaixadas, consulados e organismos internacionais;

b)      Assegurar a liquidação de passivos trabalhistas e previdenciários de períodos anteriores aos de assinatura das carteiras de trabalho e de previdência por parte de diversas representações estrangeiras;

c)      Negociar a liquidação de passivos trabalhistas já sentenciados pelo judiciário, buscando, inclusive, objetos penhoráveis (a exemplo do avião da TAP);

3)      Promover a articulação do Sindnações local, nacional e internacionalmente com vistas a atingir seus objetivos e metas.

4)      Prosseguir nas intermediações que já vem fazendo junto ao Itamaraty e os entes externos com vistas a solucionar casos de assédio moral a trabalhadores e empregados nas representações externas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *