quinta-feira, outubro 19, 2017
Home > Informativo > Na dor somos todos iguais. Carta em repúdio aos maus tratos.

5 thoughts on “Na dor somos todos iguais. Carta em repúdio aos maus tratos.

  1. Olá Sou Osvaldo, sou filiado e vou deixar uma sugestao acrédito, estar faltando divulgar, alguns temas já resolvido. pelo Sindicato ou pelo departarmento Júridico, ájavisto que tenho conhecimentos de fatos bem sucedidos, táis como acordos contra Embaixadas da Colombia, Embaixada de um País Africano cujjo tema abuso Sexual, e que o acordo conforme estou sabendo, foi um dos mais garos já feito Em Brasilia.
    Mais há varios outos, que certamente acredito que deveriam serem divulgados.
    Obrigado pelo espaço

  2. Sou ex-funcionario de embaixada e tenho que entrar nesta luta em busca de um melhor tratamento para os funcionarios de embaixadas e organismos internacionais no mundo e principalmente em brasilia, chega de ABUSOS SEXUAIS E MORAIS, quem os comete tem que sentir o peso da justiça.

  3. Sou ex-funcionario de embaixada e tenho que entrar nesta luta em busca de um melhor tratamento para os funcionarios de embaixadas e organismos internacionais no mundo e principalmente em brasilia, chega de ABUSOS SEXUAIS E MORAIS, quem os comete tem que sentir o peso da justiça.Isto que eles fazem e Ilicito e reprovavél perante a sociedade brasileira

  4. Boa Tarde Pessoal, alguém já trabalhou para a Embaixada dos Emiratos Árabes?
    Eles tratam bem aos funcionários? Respeitam?
    Estou num processo seletivo mais tenho temor deixar meu emprego atual sem saber se vou aceitar um pior…
    Por favor me assessorem para não fazer uma escolha errada e me arrepender depois.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *